Esquecendo a fonte

Oseias 13. Tema: Esquecendo a fonte

 

“Quando tinham pasto, eles se fartaram, e, uma vez fartos, ensoberbeceu-se-lhes o coração; por isso, se esqueceram de mim.” (Os 13:6 RA)

          Um dos livros que mais mexeu com minha vida foi “Aqueles que se esquecem” de Dag Hewarrd-Mills. Ao lê-lo, fiquei impressionado quanto a quantidade de relatos de pessoas que esquecem das outras que lhes fizeram muito bem e principalmente esqueceram de Deus. 

            O conteúdo mexeu tanto comigo que passei a ficar muito preocupado para não ser mais um daqueles que esquecem o bem que as pessoas me fizeram, e principalmente, o bem que o Senhor me tem feito. 

             Quando lembramos reconhecemos, agradecemos, honramos, retribuímos, valorizamos, enfim, somos pessoas diferentes e  temos posturas diferenciadas.

            Durante o período de Oseias o povo de Deus estava esquecido de quem era o Senhor e do que havia feito pela nação desde seus primórdios até aqueles dias,  por isso além de ensoberbecer-se (idolatria do eu) passou a criar deuses (idolatria do tu), gerando tristeza e até fúria em Deus.

            Você tem sofrido de isquemia? Você tem esquecido do Senhor e do Seu povo? Você tem esquecido das muitas pessoas que passaram por sua vida? Eu esqueci de muitas e quando sou lembrado, fico envergonhado e pensando como retribuir.

             Procure lembrar quem você era e quem lhe acolheu, cuidou de você, investiu em sua vida, lhe deu oportunidades, lhe fez quem você é. Lembre da sua família, das pessoas que passaram por sua história, daqueles que estão não sua história, pois sem o Senhor e sem eles você não teria chegado até aqui e nem seria e teria quem é e tem.

             A glória que temos não originou-se em nós, a ruína, sim. “A tua ruína, ó Israel, vem de ti, e só de mim, o teu socorro.” (Os 13:9 RA)