A dura preparação de um profeta.

 Ser escolhido por Deus é um grande privilégio, principalmente porque por Ele somos incluídos no propósito de redenção de pessoas e glorificação do Seu nome. Contundo, isto não significa que a vida será fácil.

           Oseias foi escolhido por Deus para profetizar contra prostituição espiritual do povo de Deus, e, para tanto,  precisaria sentir na pele o que estava acontecendo, pois assim sua mensagem teria mais peso, emoção, percepção de realidade.

 

  • “Quando, pela primeira vez, falou o SENHOR por intermédio de Oséias, então, o SENHOR lhe disse: Vai, toma uma mulher de prostituições e terás filhos de prostituição, porque a terra se prostituiu, desviando-se do SENHOR.” (Os 1:2 RA)

 

           Paulo, escrevendo aos coríntios, também nos fala da dura preparação daqueles que por Deus serão usados, pois só assim saberão a gravidade do que se passa e de como está o “coração” de Deus e das pessoas.

 

  • “  Bendito seja o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, o Pai de misericórdias e Deus de toda consolação! É ele que nos conforta em toda a nossa tribulação, para podermos consolar os que estiverem em qualquer angústia, com a consolação com que nós mesmos somos contemplados por Deus. Porque, assim como os sofrimentos de Cristo se manifestam em grande medida a nosso favor, assim também a nossa consolação transborda por meio de Cristo. Mas, se somos atribulados, é para o vosso conforto e salvação; se somos confortados, é também para o vosso conforto, o qual se torna eficaz, suportando vós com paciência os mesmos sofrimentos que nós também padecemos.” (2Co 1:3-6 RA)

 

           Jesus foi levado pelo Espírito Santo ao deserto para ser tentado pelo diabo e venceu, por isso pode ser nosso intercessor perante o Pai. Também aprendeu a obediência pelas coisas que sofreu e foi aperfeiçoado, tornou-se o autor da salvação.

 

  •   “A seguir, foi Jesus levado pelo Espírito ao deserto, para ser tentado pelo diabo.” (Mt 4:1 RA)
  • “Ele, Jesus, nos dias da sua carne, tendo oferecido, com forte clamor e lágrimas, orações e súplicas a quem o podia livrar da morte e tendo sido ouvido por causa da sua piedade, embora sendo Filho, aprendeu a obediência pelas coisas que sofreu  e, tendo sido aperfeiçoado, tornou-se o Autor da salvação eterna para todos os que lhe obedecem,” (Hb 5:7-9 RA)

 

            Você também é chamado por Deus para fazer Sua obra, por isso não estranhe as dificuldades, dores, sofrimentos, pois fazem parte do seu amadurecimento para que possa ser usado pelo Eterno.

 

  • “ Por isso, não desanimamos; pelo contrário, mesmo que o nosso homem exterior se corrompa, contudo, o nosso homem interior se renova de dia em dia. Porque a nossa leve e momentânea tribulação produz para nós eterno peso de glória, acima de toda comparação, não atentando nós nas coisas que se veem, mas nas que se não veem; porque as que se veem são temporais, e as que se não veem são eternas.” (2Co 4:16-18 RA)
  • “Porque não temos sumo sacerdote que não possa compadecer-se das nossas fraquezas; antes, foi ele tentado em todas as coisas, à nossa semelhança, mas sem pecado.” (Hb 4:15 RA)

 

           Precisamos entender que a preparação para o serviço, também tem etapas dolorosas e tristes que nos fazem sofrer, mas o Senhor sempre estará conosco, pois só assim seremos realmente sensíveis ao estado espiritual, emocional e físico das pessoas, assim como, como perceberemos como está o Senhor diante do que tem visto e ouvido. Seminários, congressos, estudos, não nos preparam plenamente para o ministério. Eles nos informam, mas é pela vida que Deus nos forma e transforma.